terça-feira, 13 de setembro de 2016

O Que Meu Corpo Abriga

Eu realmente não sei que sinto agora
Nessa noite fria de inverno
Hiberno nessa dúvida mortal
Sou humano ou um irracional
Entre o ser e o querer ser
Eu quero fugir
Abandonar tudo
Mas sou tão jovem....
Com tantas incertezas
Me derramo
Inflamo !
Procurando um caminho a seguir
Tenho tanta gente que me sinto só
Talvez eu queira abraçar o mundo
Brindar porque estou vivendo por um segundo
Certeza ?
Só da felicidade
Estou vivendo a melhor idade
Melhor momento
Urgh
Não aguento
Lamento lamento
Não vejo a hora de voltar pra casa
Casa que tem sentimento
Acolhimento
Sai tormento

Bate
Mas bate forte coração
Não quero sorte
Só quero que acabe
Vou por ai..
Encontrando meu norte



Não sei o que quero
Não me desespero
A resposta está dentro de mim
Espero....
Amor romântico século XIX
Monogâmico ?
Quero que você me prove .....
Não mude de opinião, eu sou assim
Eu sou eu mesmo assim
Largo o que tenho
Pelo experimento
Eu amo e amo de verdade
Eu quero ,quero irmandade
Quero você na simplicidade
Mas já não o que meu corpo quer
Talvez crescer
Sou a versão nova de uma velha história
Enclausurado  no meu quarto de reflexão
Onde eu deva ter sempre razão
Mas como diz Cazuza
Que eu toda poesia me acusa
Solidão que nada....

Bate 
Mas bate forte coração
Não quero sorte 
Só quero que acabe 
Vou por ai..
Encontrando meu norte
Fale o que quiser
Seja o que vier
Ache o que puder
Só não duvide do que ta dentro do peito
Vejamos o que os ventos fazem com nossas vidas....

sábado, 2 de julho de 2016

Passarinha

Hoje a tarde fui me distrai
Para tentar esquecer a falta que senti
Procurei meus amigos para um abrigo
Minha única lembrança.....
Poderia ser a grande esperança
Quem és tu pessoa?
Que me traz toda manhã coisas boas
O tempo é o senhor do mundo
Será que passearemos no parque em conjunto
Posso garantir !
Mas a vida dirá se tiver de desistir
Te acalma
Se não acaba com a alma
O sentimento é o que me move
De sonhar acordado num dia que chove
Não estou disposto a te esquecer
A voltar atras do que falei
Te beijar é minha sina
Que me afina
Que me ensina
Deixa que corra
Mas jamais deixe que morra
Sinto saudade e tristeza...
Saudade do seu sentimento
Tristeza por ter te visto e não ter te mostrado meu alento
Saudade da sua ida ao banheiro
Tristeza por não poder sentindo o seu cheiro
Saudade por ter te visto com rapidez
Tristeza por não poder te amado mais uma vez....


Resultado de imagem para passarinha

Distância

Hoje a tarde fui me distrai
Para tentar esquecer a falta que senti
Procurei meus amigos para um abrigo
Minha única lembrança.....
Poderia ser a grande esperança
Quem és tu pessoa?
Que me traz toda manhã coisas boas
O tempo é o senhor do mundo
Será que passearemos no parque em conjunto
Posso garantir !
Mas a vida dirá se tiver de desistir
Te acalma
Se não acaba com a alma
O sentimento é o que me move
De sonhar acordado num dia que chove
Não estou disposto a te esquecer
A voltar atras do que falei
Te beijar é minha sina
Que me afina
Que me ensina
Deixa que corra
Mas jamais deixe que morra
Sinto saudade e tristeza...
Saudade do seu sentimento
Tristeza por ter te visto e não ter te mostrado meu alento
Saudade da sua ida ao banheiro
Tristeza por não poder sentindo o seu cheiro
Saudade por ter te visto com rapidez
Tristeza por não poder te amado mais uma vez....




Engrenagem



Eu vejo o mundo como uma grande novela
Onde a qualquer momento não se sabe o que espera
Não entendo as engrenagens !
Os partidos e suas ferramentas de miragem
A plutocracia ainda domina
Amar os pretos é minha sina
Corrida de ratos
Em busca de pratos
Endinheirados

Quero fugir dessa realidade
Enganar a minha idade
O mundo precisa de paridade
Ou mais humanidade ?

Bater , cuspir ,sumir
Me diz o que te faz ficar parado ai
Que eu digo o que me faz invadir
Mundo dominados por famílias
Negros sempre vítimas fatídicas
Mais uma vez entrando na lógica branca
Quero a verdade nua , crua e franca
Neguin seja forte
Deixa pros brancos essa cosia de sorte

Quero fugir dessa realidade
Enganar a minha idade
O mundo precisa de paridade
Ou mais humanidade ?

Tenho que ser o melhor

Cansamos de ser o pior

Nos juntando sempre fortalecendo
Diz agora Playboy !
Vai vendo...
Quero mais zumbi
Cuidado

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Quando a paixão encontra o ódio

Ainda que eu me sinta magoado
Com sua lealdade
Amanhã haverá um novo dia esperado
E eu não posso ficar aqui parado
Apaixonados são loucos
Frustrados por não conseguirem amar pouco
Cadê os valores que pregamos por um vida ?
Amar pode ser de fato a melhor saída
Errôneo da minha parte achar isso
Com esse mundo, eu tenho compromisso
Talvez trabalhemos bem com raiva
Porque o ódio poder ser uma dádiva
E aquele amor puro
Com algumas drogas eu substituo e curo
Talvez eu no fundo espere uma última e esperançosa chance
Mesmo que eu canse , mesmo que eu canse
Mas agora  é ódio e hostilidade
Após uma ressaca de quem sofreu falsidade
Merda merda merda
Essa vida poderia ser mais fácil né ?
Pois é
Vai morrer pra lá sofrência
Só o capitalismo eu quero a decadência
Mas agora nesse momento
To lavando o ódio embaixo do sereno
De coração eu me ausento
Vamos para frente
Afinal para vida eu tenho que ser atraente
Ler o que os olhos de vocês dizem
Cultivando princípios e raízes
Agora vou para o próximo episódio
Nesse momento é....


...Quando a paixão encontra o ódio ...

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Carta do dia dos Namorados

Salvador 12/06/2015.
   
    Caro ex amor ,
 
  É engraçado pensar que faz 2 meses que não te vejo , eu vi o sol mas não vi você , eu vi o luar e até o amanhecer , mas onde está você agora ? tenho pensado na vida e no prazer de viver , nas coisas da vida que foram e são lindas , mas não sei se foram entre eu e você , é querida.... Tenho enfrentando homens como outros animais , não sei se minhas brigas valem a pena , mas o que vale e o que valeu a pena fazer nesses últimos tempos ? tanto faz para mim sabe , os pedaços do meu coração passariam por um buraco de uma agulha , caminhando em vou em busca da cura.
 
  Sabe querida o amor me deu asas eu preciso voar , a esperança é um dom que eu tenho em mim eu tenho sim... Mesmo que seus olhos não cruzem mais com os meus , mesmo que minha mão não queira mas acariciar o corpo que você chama de seu , vou embora , com a dor que me acostumei , então chora , ainda que sua alma implore

  Ao ler isso ficarei de longe escondido , e me silenciarei por 1 mês , para entender o som de um sussurro , pode me chamar de chulo .... O caminho da felicidade é o que te desejo e não tenha medo , apenas o medo de não ser feliz por não tentar .

  Neste momento querida bem melhor mesmo é estar bem comigo é ter muitos amigos , é cantar , é sorrir , é viver a vida, é curtir cada minuto e segundo .O ressentimento para mim não combina com meu proceder. Prefiro manter a esperança que vai ter um fim porque a gente pode até sonhar mas é preciso acreditar , quero me atentar ao melhor sempre sempre.Mas se quiser voltar atras pode vir me dê a mão sem medo de errar escute o coração e se entregue  porque não tem explicação não , não tem o que temer,são as coisas do amor ,surpresas do amor .

Atenciosamente , 

Ricardo Coutinho Santos Reis 








quinta-feira, 30 de abril de 2015

Cântico de coração(AMOR)

Não deixa que a gota do mal estrague sua essência
Sei que es muito mais que aparência
Nesses tempos ando tão desnorteado
Maldita sina, que me fez nascer num dia em que a alma pede para consertá - la
Há algo de defeituoso , não é farsa
Por que, por isso tudo eis de ter uma causa
Maus momentos me deixam com ânsia
Chega de arte , quero substância
Pode duvidar que o sol tenha chama
Duvida deste do lado que te aclama
Suspeita da mentira na verdade
Duvidará até da lua e sua claridade
Sou tão ruim com os versos
Suspiros com inspiração estão imersos
Mas crê , querida
Que essa alma te ama de uma forma escondida
Até quando vai durar esse amor? como sempre , por toda a vida
Não sou puro assumo
Mas viver sem limites essa vida ,é meu insumo
Sonhos são apenas sonhos
Vem comigo então eu proponho
Viveremos até nossa segunda infância
Eu tenho ânsia , tenho ânsia...
Será a vida apenas dormir , sonhar e morrer
Me tira do peito essa angústia e me diz o que fazer
Nos tempos passados fiz coisas que até você duvidaria
Fiz coisas que nem nascer mereceria
Mas te amei um dia...
E por um dia , fiquei derretido
E você poderia ter feito tudo , até me ferido
Onde o amor canta a dor deplora
Num instante a dor canta e a alegria chora
No mundo tudo têm um prazo
Nada é por acaso
Sou difícil de tocar
Me pega , me lê e me treina , mas não conseguirá um som tirar
Por mais que fale desacatos
Não permita , meu coração , que eu transforme em atos
Não quero ajuda para isso
Prestatividade demais têm seus perigos
Será que tenho que ser cruel com o que estou sentindo
Fatídico....
Enquanto a máquina do meu corpo me pertencer
O amor é a única coisa que irá me mover
E então , não se sinta culpada
A culpa é cheia de medo em todas as paradas
Canta , dança e me acompanha
Só não deixe que outro ganhe minha façanha
Eu entendo o momento da sua idade
Mas não force essas atuais amizades
No fundo são apenas falsidades
Espero agora teus lábios suaves ainda poder tocar
E como a primeira vez , não vou querer parar
E hei de concordar
Não existe revolucionário sem alguém para amar
Passei uma vida para entender
Amar ou não amar , eis a questão
Reneguei três vezes , para viver
Fui corajoso ou covarde ao mesmo tempo, para negar o que alegrava meu coração
O amor se constrói com o tempo
Sou sensível , trabalho muito para esperar o momento
Amor recíproco
Coisa que Freud não teve equívoco
Quando vim em minha direção...
E eu virar a cara
Não ligue beleza rara
O tempo não tem botão
Quero um amor de 24 horas
Que fique quando tiver mil motivos para ir embora
Sem motivo para amar
Meu coração está aberto eu irei encontrar
E depois de tantas voltas
Te pergunta agora querida
O que te sobras ??
Apenas esse amor congelado em vão
Esperando a tua chama da paixão
Jamais exigirei seu amor
Mas darei sempre boas razões onde for
Porque odeio mentira
Quero viver a vida que vale a pena ser vivida
E o amor é vida , é vida...


terça-feira, 7 de abril de 2015

Alegria , Alegria

Mostra o que você têm mais belo
Te darei meu sorriso singelo
Demonstra sua atual felicidade
Esquece tua idade
Se solte ao som do agogô
Vou te mostrar minha baianidade nagô
Aproveita o que está perdendo
Essa vida é boa então vamos juntos aprendendo
Dance esse samba ,
Quem não sabe sambar não sabe viver
Deixa a simplicidade aparecer
Quero o sentimento bobo ver
Nos amar é sempre bom
Eu tenho o dom , você têm o dom
Sou amor , transmita o amor
E levarei no peito onde for
Preciso nos seus olhos a verdade
Nas suas ações lealdade
Muito mais que a felicidade
Eu quero mais alma para poder dar
Com as pessoas me comunicar
Porque eu gosto de vida
De cantarolar minha alegria
Porque minha pele quer isso todo dia
Viva o melhor momento que é seu
Porque estou vivendo o meu
Bota cara no sol e enfrenta a labuta
Olha a simplicidade e escuta
Acorda e vê o que te incentiva Maria
Estou vivendo isso , que se chama....

ALEGRIA

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

O que a vida espera de você

E então o ano acabou....
Quantas pessoas você conquistou ?
O quão sábio você ficou
Agora não interessa
Talvez seu ano só seja na pressa
Fala para mim confessa
Que no ano passado fizemos algumas promessas
Mas de fato o que a vida te cobrou ?
Com certeza muita mais do que você ganhou
Mas o mundo é assim é sempre vai ser
Têm que fazer muito por merecer
Eu enfrentei quando era pra calar
Eu corri quando era pra parar
Eu trabalhei quando era pra dormir
E também amei quando era pra ignorar
Enfim eu me sacrifiquei
Mas quando tiro um saldo
As vezes não dá um caldo
Eu sorri...
Eu bebi a felicidade
Eu curtir
Eu não tive idade
Mas quanta coisa eu pude deixar para trás
Talvez meu lirismo aflorou demais
Mas estou vivo e as pessoas ao meu lado também
É isso que me convém
Espero um ano com boas surpresas
Com novos lugares de rara beleza
 Mas esse ano eu não posso esquecer
Que quanto mais eu vivo mais humildade eu preciso ter.....