domingo, 11 de dezembro de 2011

Crise Mental

Eu vejo as pessoas do meu lado se dando bem
Eu obeservo elas serem alguem
Sinto saudade do que nunca tive
Dos lugares que nunca estive
Analiso e vejo as pessoas ostentarem
Meninos que não têm 25 anos de idade
Eles pegam e abusam da sorte
Brincam e jogam com a morte

Eu quero descobrir minha existência
Sentir o cheiro da minha essência
Para ai sim eu possa tomar uma tendência

Por que eu ainda vivo ?
Eu não honro o que digo
Por que viver nessa terra desigual
Onde e sou tratado como animal
Eu queria me apagar
Para me encontrar
Me encontrar nos meus sonhos
Onde eu possa ter prazers risonhos

Eu quero descobrir minha existência
Sentir o cheiro da minha essencia
Para ai sim eu possa tomar uma tendência

Eu tento, persisto, arrisco, insisto
E ainda assim não me permito
A fazer certas coisas
Coisas que não me competem a fazer
Que eu prefiro esqueçer
Irei procurar por mim
Num lugar que eu me perdi
Descobrir o que é meu
Sendo que tudo desapareçeu

Eu quero descobrir minha existência
Sentir o cheiro da minha essencia
Para ai sim eu possa tomar uma tendência

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Simbolismo

Trago meu cigarro
Tenho o meu carro
Nem me acho tão bizarro
Bebo minha cerveja
Não gosto de igreja
E assim que vou levando
Tenho muitas amizades
Brincar não tem idade
E acho que tenho a felicidade
Não quero ser professor
Tiro onda de doutor
E me afasto de toda dor

Ah eu queria me desligar
Eu quero parar
Tenho que para de me estragar

Pensar no futuro é o que todo mundo quer
Seja homem ou seja mulher
Nada de me apegar
Meu espirito é livre quero voar
Eu tenho a chance de melhorar tudo
Tenho que ser mas sisudo
Me concentrar nos estudos

Ah eu queria me desligar
Eu quero parar
Tenho que para de me estragar

Um final feliz para todo mundo
Para o rico e para o imundo
Não quero contar com a sorte
Quero escapar da morte
Essa não é minha vida
Mas uma experiência não vivida
So tomando a experiencia devida

Ah eu queria me desligar
Eu quero parar
Tenho que para de me estragar

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Educação

Práticas primitivas de ensino
Vivendo aquele velho silogismo
Escolas precárias
Gente excluída
E os analfabetos buscando uma saída
Temos que ir as ruas lutar
Para que o futuro um dia possa mudar

Educação é o que preciso para toda vida
Raciocinar
Libertar da ignorância
Acabar com a ganância


Excito a violência
Para acabar com a carência
E exigirmos  sapiência
Eu que um dia sonhar
Num futuro a gloriar

Educação é o que preciso para toda vida
Raciocinar
Libertar da ignorância
Acabar com a ganância

Pensar, ler e escrever
Procurar opinar para entender
Seja uma notável
Chega de ser essa criança amável
Quero acabar com a vida estável

Existência

Eu não consigo mas
Quero voltar atras
Para saber o que vem
Desistir do que não me convém
Mas qual o sentido da vida
Se não o vazio emoções contidas
Quero chegar no limite
Extravasar tudo que existe

Quero entender minha existência
Uso sempre a violência
Não quero mas ligar para aparência


Na fluência das minhas ações
Eu sonho com minhas pretensões
Eu acredito no impossível
Não tenho mas uma mente sensível
Personalidade forte
Odeio contar com a sorte

Quero entender minha existência
Uso sempre a violência
Não quero mas ligar para aparência


Quero ser cem por cento
Agir mas com os sentimentos
Mas a vida é dura
Logo eu que pareço tão seguro

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Poema do Andante

Cada canção Uma paixão
Cada musica uma emoção
Se o amor é um jogo de azar
O que custa o dado jogar
O olhar nos diz a  essência
Percebe toda a carência
Se sabe porque amar
Então estas a se enganar
Um abraço dado de Bom agrado
Sempre acolhe 
O que é verdadeiro não encolhe
Apaixonar e respeitar
É o que faz uma relação durar
Para aparência não existe sempre
O que vale é o que tem na mente
Se a única certeza é a morte
Então esperamos por dias de sorte 
Cada rosto uma história
Cada atitude uma memória
Sem fúria Sem Luxúria
Mesmo que um dia eu não frise
Mas chega de crise.......

sábado, 16 de julho de 2011

My Way (Meu Jeito)

Levo a vida do meu jeito
Lembro que tem muita coisa a ser feito
Grito quando não me agrada
Nunca fui besta para acreditar em conto de fada
Poucas lágrimas derramo
Me esqueço até de como me chamo
Ainda me limito a não dizer o que realmente penso
Mas ainda tenho muita raiva e um coração imenso
Se tudo que fiz me deixou assim
Agradeço aos que fizeram mal para mim
O bom do jogo é jogar
Uma consequência é ganhar
Mas o gosto da vitória é ótimo sentir
Se eu pudesse eu só falaria de mim

Não tenho mas medo
Eu fiz do meu jeito
E nunca achei que nada era tão cedo

Me acho sempre certo
Dono do argumento correto
Sempre em busca do concreto
Não concordo com nada
Cansei dessa vidinha parada
Quero mas festa
Tirei o idiota da minha testa
Aproveito muito tudo que me resta

Não tenho mas medo
Eu fiz do meu jeito
E nunca achei que nada era tão cedo

Ouço rock pesado
Quase todos engajados
Na vida dos mas afastados
Sei que não sou perfeito
Nem faço as coisas direito
Mas eu fiz do meu jeitooo...

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Do Champagne para Pinga

Estava tão longe agora voltei
Aprendi muitas coisas e mudei
Cheguei ao meu velho lar
Mas na cidade nada vi mudar
Crianças a chorar, pobres a mendigar
E pessoas que só fazem falar falar
Até quando isso vai durar ?
Penso se devo mesmo revolucionar
Viver como um herói
Mas no futuro a sociedade me destrói
Políticos ainda vivem na trama
Fazem jus a sua fama

E nós aqui vivendo na miséria
Sem encarar a coisa séria  
Recebendo no final a mesma féria

Outras experiencias eu vivi
A liberdade da moite eu senti
Um bom lugar para morar
Comprar sem muito imposto pagar
 Poder viver, andar sem ninguém assaltar

E nós aqui vivendo na miséria
Sem encarar a coisa séria
Recebendo no final a mesma féria

Parece utopia
Mas só quero anarquia
Anarquizar o que ta errado no pais
Organizar tudo o que não condiz
Porque talvez eu possa assim ser feliz

E nós aqui vivendo na miséria
Sem encarar a coisa séria
Recebendo no final a mesma féria

Queremos mas organização
Alimento e educação
Eu falo em nome da populaçãoo

E nós aqui vivendo na miséria
Sem encarar a coisa séria
Recebendo no final a mesma féria
.....

sábado, 18 de junho de 2011

Chegando e Invadindo

Eu não consigo parar a raiva que sobe em mim
Os vermes criaram sem calcular o fim
Os hipócritas falam mau
Sem saber que podem ser a vitima fatal
Sobrevivo na incógnita da vida
Que ás vezes é um tanto sofrida
Lutando pra ser um negro tipo A
Batendo de frente com aqueles que querem me parar


Estou invadindo
Eu vou me intrometendo
Sei que uma hora vai chegar o meu momento


Sei agora é hora de me refazer
Estudar e sempre aprender
Ouvindo rock sujo e barulhento
É nessa sinfonia que bate o vento
Cansado de perder
Ta na hora de ganhar


Estou invadindo
Eu vou me intrometendo
Sei que uma hora vai chegar o meu momento

No vazio do meu eu
Eu penso e reflicto
O que podemos conquistar sem o conflito ?
Violência faz parte da sobrevivência
E disso eu faço questão de ter consciência
Sempre muita fé em Jah
Porque só ele pode nos salvar


Estou invadindo
Eu vou me intrometendo
Sei que uma hora vai chegar o meu momento
...

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Fantásticos

É foda como pessoas boas se vão assim
Seja pra longe  ou pro seu eterno fim
São eternizadas em nossas memorias
Lembradas sempre na tristeza ou nas glorias
Ruim é quando não podemos dá nosso ultimo adeus
Mas há entregamos sempre a Deus

Adeus fantásticos
Nunca irei equecer
Suas lembranças nunca irão esvaecer

Num futuro próximo iremos nos encontrar
Ai o tudo vai se por no seu lugar
Talvez eu queira voltar no tempo
Só para não deixar escapar os bons momentos
Sei que posso fazer o mundo dá voltas
Mas a distância entre nos me fez tanta falta

Adeus fantásticos
Nunca irei equecer
Suas lembranças nunca vão esvaecer

Velhas lembranças me fazem chorar
É tanta coisa boa a relembrar
O amor e amizade faz tudo estremecer
Porque essa daqui é mas uma para voces.......


terça-feira, 24 de maio de 2011

Decadência

Olho no espelho fico estagnado
Logo me estranho
 com os fantasmas do passado
Desesperado
Em decadência
Sem a eterna paciência
De um vencedor
Sem sorte no amor
Sonhando um dia em ser doutor
Lutando contra mim
Não vejo a hora disso tudo ter um fim

Mas eu persisto
Mesmo perdido
Eu ainda insisto

Palavras são só palavras
Ofensivas ou não elas não passam de ilusão
O que vale é a ação 
ação que faz tudo mudar
E do jeito que está não dá para ficar
O preço é alto para quem quer fazer o que quer
Sempre se paga o preço por se mostrar o que não é

Mas eu persisto
Mesmo perdido
Eu ainda insisto


Coragem e fé sempre comigo
Eu sei eu posso eu consigo
Porque quando eu vencer

Fazendo por merecer
Vocês vão ver o mundo tremer....

Mas eu persisto
Mesmo perdido
Eu ainda insisto


Não posso esperar a morte chegar
Nem com a sorte contar
Nem me desesperar
Buscando meu lugar ao sol
E mas uma tarde no farol
Mas depois da noite fria
Teremos força para aguentar durante o dia

Mas eu persisto
Mesmo perdido
Eu ainda insisto

terça-feira, 17 de maio de 2011

POSER'S

Eles imitam as bandas , muito mais do que nos
Eles vestem preto , muito mais do que nos
Eles acham que conhecem , muito mais do que nos
Eles são modinhas , muito mais do que nos
Eles são farsantes , muito mais do que nos

Cala boca seu iludido
Voz de albatroz
Eu quero agora ser o seu algoz

Sejam verdadeiros
Bizarros ou maneiros
Parem de seguir o roteiro
Interesseiros manipulam
E os idiotas se misturam
Para contagiar e popularizar

Cala boca seu iludido
Voz de albatroz
Eu quero agora ser o seu algoz

Se caracterizam para se aparecer
Ouvem nossas bandas para se promover
Todo poser têm que morrer

Cala boca seu iludido
Voz de albatroz
Eu quero agora ser o seu algoz...

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Free

Olho o horizonte
Meu olhar vai tão longe
Tão longe pela busca
Afinal o que vale é a luta
Se o bom da vitória eu senti
Porque deixar alguém te impedir

Respire fundo
Você pode conquistar o mundo
Chega de pensamento imundo

Os imaturos são eternos aprendizes
Porque não tem caretices
Se eu derrubei o que construir
É porque sei o que resta para mim
As dificuldades me motivaram

Respire fundo
Você pode conquistar o mundo
Chega de pensamento imundo

Vejo o mangue em que vivemos
Olhos com sangue sabem o que queremos
Anarquizar não faz mal
Afinal vivemos numa crise geral
Chega de rotina chega da eterna "vidinha"

Respire fundo
Você pode conquistar o mundo
Chega de pensamento imundo

Resgate

Quando eu me acho
É quando eu me perco 
Logo logo eu me lembro
Dos meus anseios
Vêm logo rápido o desejo
Louco de me encontrar
Mas o orgulho me faz parar
O destino me leva ao mesmo lugar

Eu sou o dono do mundo
Aprendendo a cada segundo
Resgatando os sentimentos mas profundos

Eu quero quebrar tudo
Sacudir o mundo
Eu quero me entregar
Tudo pro alto jogar
Se brigar é a solução
Raciocine meu irmão ! 
Só quero um dia feliz   
Com as pessoas que eu quis

Eu sou o dono do mundo
Aprendendo a cada segundo
Resgatando os sentimentos mas profundos

Se é mentira
Que seja sincera
Chega de ficar na espera

Eu sou o dono do mundo
Aprendendo a cada segundo
Resgatando os sentimentos mas profundos

Reflexo

Você diz que a vida é bela
É porque não conhece o berço da favela
Se as brigas têm que acontecer
Normal fiz por merecer
Amores falsos sempre existirão
Morra toda a decepção
A vida simples na racionalidade
Nos faz sempre ver a veracidade
Versos fáceis só para desabafar
Quem têm um sonho é difícil de se cansar
Chega de tanta alienação
O mundo precisa sair dessa ilusão
A epifania nos dá a alegria
Mas só o amor nos cura e nos guia


Pare , Pense
Fale tudo o que pensa
Inconsequentemente

Olhe para dentro de si
Vale a pena existir ?
Basta um compromisso
Pra sermos omisso
Nem tudo está perdido
Faça o bem ser transmitido

Pare , Pense
Fale tudo o que pensa
Inconsequentemente

quinta-feira, 21 de abril de 2011

4 Notas

Se bastassem quatro acordes para se fazer
Uma grande melodia para uma orquestra exercer
Se só houvesse o necessário para viver
Será que conseguiremos nos entender ?
Se só bastasse o pão de toda manhã
Será que nos importaríamos com o amanhã
É foda como somos ingratos
Matamos quem enche nossos pratos
A ganância impera na cabeça do homem
Eles não sabe o mal que os consomem

 Oh ser humano insaciável
Vivemos uma vida deplorável
A qual eu sou mas um miserável

Simplicidade e humildade
Curtir a vidas em maldade
Nossa... Isso não têm idade
Curtir a brisa e o vento
Contemplar a natureza a cada momento
Purificando a alma por inteira
Tomando banho  de cachoeira
Fora o grande e poderoso mar
Feito só para agente surfar
É foda basta perceber
Quanto tempo que ficamos a perder

Oh ser humano insaciável
Vivemos uma vida deplorável
A qual eu sou mas um miserável

Mas sonho em ver o mundo em fraternidade
Sonho sempre junto para virar realidade
Mas por enquanto eu vou tentando me mudar
Pra ver todo o sistema mudar.... 

Críticas

Estou aqui parado num banheiro sujo
Procurando minha visão de mundo
Eu sei que calado não dá para ficar
Esperando a vida te criticar
Críticas construtivas serão sempre absorvidas
Elas têm o poder de mudar vidas
Não sou poeta ou algo assim
Mas vomito o que está guardado em mim
Se não gostou se foda leia se estiver afim

Nem todos são felizes
Mas somos eternos aprendizes
Dessa vida sem directrizes

 Meus neurónios são diferentes
Tenho lirismo, sentido e nexo ausente
Talvez eu não seja aquilo que te convém
Porém não pago pau para ninguém
Sou feito e o efeito da música
Sem poesia ou melodia harmónica
Mas estou to aqui sou persistente
Botam barreiras mas sigo em frente

Nem todos são felizes
Mas somos eternos aprendizes
Dessa vida sem directrizes

Só tenho uma ideia a dar
Tenham competência para comentar
Só Deus pode julgar

Nem todos são felizes
Mas somos eternos aprendizes
Dessa vida sem directrizes

terça-feira, 19 de abril de 2011

Tão....

Tão diferente
Nada é igual
O que eu sinto por você agora
Descobrir que te amo
Não dá para negar
Mas você nunca me quis
Não soube ser feliz
Mas não adianta agora não
Não posso esconder
Tudo o que eu sinto por você...

Não posso dizer
Mas eu te amo
TE AMO.... 

Versos tão bonitos
Para mim mim são todos iguais
Quando eu lembro de você agora....
Lembro do teu rosto
Penetro no teu olhar
Será que um dia eu poderia ter

Não posso dizer
Mas eu te amo
TE AMO....

 Acho tenho medo
Medo de te perder
Será que você conseguiria entender ??
Mas seja lá como for
Me tire essa dor
Que eu te darei todo amor
Porque.....

Não posso dizer
Mas eu te amo
TE AMO....

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Reticências

Olhos abertos vem me procurar
A usar o que eu sei para poder falar
Sobre o que sinto
Já que eu sempre minto
Depois de tanto tempo a me ferrar
Ainda não sei bem o que quero fazer
Faço tudo para poder merecer
De tudo o melhor 
Já não me sinto só 
Espero muito que acabe o pior  
A natureza sempre me seduz
A ir em frente e buscar a luz
Só jesus sabe o bem que nos conduz
Vou em busca da minha utopia
Para acabar com o corre - corre do dia - dia
Me inspiro na tristeza
Da inútil beleza
A qual somos induzidos sem certeza
Vou à praia para me libertar 
O vento sempre faz o mundo parar 
Me dá sempre  o tempo para raciocinar
Sobre a vida que levo
Que nem ao padre revelo.....

Aquela....

Quando ela chegou
Veio de longe e me tocou
Me tocou o coração
É recíproco , não é ilusão
Tão delicada 
Jeito de menina 
Com um jeito que me fascina 

Eu quero te amar
Eu quero te namorar
Não têm como desistir agora 

O teu cabelo negro como o luar 
Foi tudo que me fez apaixonar
O seu abraço me pára o tempo
Já é um sonho vivendo a cada momento
Ela é linda , ela é demais
Ela têm tudo que me satisfaz

Eu quero te amar
Eu quero te namorar
Não têm como desistir agora 

Ela é carinhosa ela é de enlouquecer
Ela me despertou o que eu queria esquecer
Te esperarei até o sol se for
Tu serás para sempre o meu amor
Você é fonte de minha inspiração
Despertou o que eu tenho no coração

Eu quero te amar
Eu quero te namorar
Não têm como desistir agora 

Impacto

Estava parado , em uma sexta - feira
Muito largado de qualquer maneira
Quando de repente aconteceu algo
Eu vi que eu era o alvo
Me ferrei , me fudi
Agora já foi eu já entendi
Que eu não posso ter
A garota linda
Que tem um jeito que me fascina

Eu me ferrei
Me destruir
Agora já foi deixa fluir

Isso tudo me deixava irritado
Acho que não estava muito preparado
Sinto que isso tudo...
Teve um impacto profundo
Estou me fudendo a cada segundo
Mas irei me recuperar
Basta agora só poder pensar

Eu me ferrei
Me destruir
Agora já foi deixa fluir

Tudo que é meu um dia vai voltar
E dessa vez , eu não vou deixar escapar

Eu me ferrei
Me destruir
Agora já foi deixa fluir
...

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Mude

Dias passam
Tudo muda
Faça da sua vida sempre sua
Temos que viver na divina paz
Porque tudo que eu não quero eu não volto atrás
Temos que viver a vida alegremente
Não deixe ninguém controlar a sua mente....

Mude
Apareça
Levante a cabeça não se esqueça  

As coisas têm que mudar
Não fique chorando pelo que ficou para trás
Faça sempre o que tem que fazer
Não deixe nada sem resolver

Mude
Apareça
Levante a cabeça não se esqueça  

Mude seu futuro ruim você pode...........