sábado, 16 de julho de 2011

My Way (Meu Jeito)

Levo a vida do meu jeito
Lembro que tem muita coisa a ser feito
Grito quando não me agrada
Nunca fui besta para acreditar em conto de fada
Poucas lágrimas derramo
Me esqueço até de como me chamo
Ainda me limito a não dizer o que realmente penso
Mas ainda tenho muita raiva e um coração imenso
Se tudo que fiz me deixou assim
Agradeço aos que fizeram mal para mim
O bom do jogo é jogar
Uma consequência é ganhar
Mas o gosto da vitória é ótimo sentir
Se eu pudesse eu só falaria de mim

Não tenho mas medo
Eu fiz do meu jeito
E nunca achei que nada era tão cedo

Me acho sempre certo
Dono do argumento correto
Sempre em busca do concreto
Não concordo com nada
Cansei dessa vidinha parada
Quero mas festa
Tirei o idiota da minha testa
Aproveito muito tudo que me resta

Não tenho mas medo
Eu fiz do meu jeito
E nunca achei que nada era tão cedo

Ouço rock pesado
Quase todos engajados
Na vida dos mas afastados
Sei que não sou perfeito
Nem faço as coisas direito
Mas eu fiz do meu jeitooo...

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Do Champagne para Pinga

Estava tão longe agora voltei
Aprendi muitas coisas e mudei
Cheguei ao meu velho lar
Mas na cidade nada vi mudar
Crianças a chorar, pobres a mendigar
E pessoas que só fazem falar falar
Até quando isso vai durar ?
Penso se devo mesmo revolucionar
Viver como um herói
Mas no futuro a sociedade me destrói
Políticos ainda vivem na trama
Fazem jus a sua fama

E nós aqui vivendo na miséria
Sem encarar a coisa séria  
Recebendo no final a mesma féria

Outras experiencias eu vivi
A liberdade da moite eu senti
Um bom lugar para morar
Comprar sem muito imposto pagar
 Poder viver, andar sem ninguém assaltar

E nós aqui vivendo na miséria
Sem encarar a coisa séria
Recebendo no final a mesma féria

Parece utopia
Mas só quero anarquia
Anarquizar o que ta errado no pais
Organizar tudo o que não condiz
Porque talvez eu possa assim ser feliz

E nós aqui vivendo na miséria
Sem encarar a coisa séria
Recebendo no final a mesma féria

Queremos mas organização
Alimento e educação
Eu falo em nome da populaçãoo

E nós aqui vivendo na miséria
Sem encarar a coisa séria
Recebendo no final a mesma féria
.....