quinta-feira, 4 de julho de 2013

O amor Boêmio


Não negue meu amor morena 
Essa alma tão pequena 
Que te quer no ápice
Abençoando com um cálice
Sei que não sou o afortunado que te aguardas 
Mas minhas promessas são tão claras 
Abrace para minha simpatia 
Meu pensamento é seu noite e dia

Me olha nos olhos fala o que sente 
Trás de volta amor 
Para esse coração sofredor 
Que bati por ti 

Franco estou para tu
Largo a boêmia se me disser "I LOVE YOU"
Quanta luz no seu sorriso 
Se apaixonar é fatídico 
Como um pássaro e a flor eu friso
Acredita nessa paixão que é verídico 
No seu andar fui buscar 
O melhor colírio para me curar 

Me olha nos olhos fala o que sente 
Trás de volta amor 
Para esse coração sofredor 
Que bati por ti 

Você é a rosa sem espinho 
Acompanha esse peito sem carinho
Ilumina meu caminho 
Quero provar seu beijo como vinho 
Regressar aquele amor adolescente
Com energia e contente

Me olha nos olhos fala o que sente 
Trás de volta amor 
Para esse coração sofredor 
Que bati por ti...