quarta-feira, 13 de julho de 2011

Do Champagne para Pinga

Estava tão longe agora voltei
Aprendi muitas coisas e mudei
Cheguei ao meu velho lar
Mas na cidade nada vi mudar
Crianças a chorar, pobres a mendigar
E pessoas que só fazem falar falar
Até quando isso vai durar ?
Penso se devo mesmo revolucionar
Viver como um herói
Mas no futuro a sociedade me destrói
Políticos ainda vivem na trama
Fazem jus a sua fama

E nós aqui vivendo na miséria
Sem encarar a coisa séria  
Recebendo no final a mesma féria

Outras experiencias eu vivi
A liberdade da moite eu senti
Um bom lugar para morar
Comprar sem muito imposto pagar
 Poder viver, andar sem ninguém assaltar

E nós aqui vivendo na miséria
Sem encarar a coisa séria
Recebendo no final a mesma féria

Parece utopia
Mas só quero anarquia
Anarquizar o que ta errado no pais
Organizar tudo o que não condiz
Porque talvez eu possa assim ser feliz

E nós aqui vivendo na miséria
Sem encarar a coisa séria
Recebendo no final a mesma féria

Queremos mas organização
Alimento e educação
Eu falo em nome da populaçãoo

E nós aqui vivendo na miséria
Sem encarar a coisa séria
Recebendo no final a mesma féria
.....

Nenhum comentário:

Postar um comentário