domingo, 29 de dezembro de 2013

Unnamed

Oi vida
Descobrir - me hoje
Sou poeta
Poeta imundo
Poeta sujo
Aquilo que você pensa que eu sou
Homem de muitas faces
Com vários trajes
Vivendo aquilo o que da vida aprendi
Ate o que minha mãe acha diferente um tanto assim
Posso ser dançarino , cantor ou até compositor
Depende do que a vida propor
Desculpe vida por agir um tanto errado
Mas sua recíproca me tem estressado
Mas haja o que houver
Na paixão ou na ralé
Serei sempre eu mesmo
É o que eu mas venero
Ser de verdade
Chega de mentiras
Renegação do próprio ego
Quero me olhar no espelho 

E dizer : Eu sou você de verdade
Obrigado vida por seus ensinamentos
Paro ano vai servir em muitos momentos
Momentos que eu quero aproveitar para peneirar
E do melhor poder aproveitar
Obrigado vida pelas grandes pessoas
Que aparecem em minha vida,são tão boas 

Pequena

Eu não sei nada sobre ti
Tu não sabes nada sobre mim
Não julgues esse nobre vagabundo
Que te daria o mundo
Só por você
Pequeno é seu coração
Diante da beleza do seu sorriso
E da minha emoção

Pequena

Quero deitar no seu colo
Sentir seus olhos nos meus olhos
Deslumbrando felicidade
Vejo o sol raiar dentro de você
Vejo minha emoções que só querem te ver
Não quero só a utopia do querer
Posso estar aonde merecer
Será que um dia você ainda pensa ?

Pequena

Hoje eu queria ver lá bem do fundo
Nos extremos do mundo
Quais as cores para te prender
O que preciso fazer ?
Talvez nem eu mesmo saiba
Onde essa história toda caiba
Será das minhas anedotas
Ou nos mitológicos contos de história

Pequena 
Não entenda...
Aprenda
Sinto o amor
E faço valer a pena...

Pequena...


domingo, 15 de dezembro de 2013

Amigo Violão

Rouba me pra ti 
Toma me assim 
Me leva 
Me joga 
Mas jamais toque no meu violão 
Violão pedaço de mim 
É o que o mundo me faz transmitir  
A alegria pra ser feliz 
Mas quando eu dedilho 
Volta me a lembrança da minha raiz 
Ai é que está o meu brilho 


Violão companheiro de fé 
Mostra-se sempre de pé 
Na riqueza e na ralé 


Violão amigo nos dê essa alegria coletiva
Eleva essa voz expressiva 
Ouça meus segredos 
Meus anseios 
Por isso quero repetir 
Roube tudo que puder 
Nada irá influir 
Se não for meu amigo violão 


Violão companheiro de fé 
Mostra-se sempre de pé 
Na riqueza e na ralé 

Tristeza

Eu estou  triste
Por isso se afaste
Acho que preciso de alguém
Até mesmo um zé ninguém
Estou no escuro do mundo
Fútil sentimento imundo
Tentativas em tentativas, vou acertando
Competência ? fora dos planos...

Meu ego em baixa temporada
Auto estima rebaixada
Sabemos ,não somos nada

Tolamente tento estar bem sempre
Pareço até estar doente
Caio em tristeza
Quando mas preciso de destreza
Dentro de mim eu tenho a cura
Essa parece ser a forma mas segura
Obrigado por não ser aceito aqui
Por ter me recusado ali

Meu ego em baixa temporada
Auto estima rebaixada
Sabemos ,não somos nada


Talvez o azar seja meu companheiro
Amigo para todas as horas parceiro
Pesadelo misturado com medo
E nem mesmo assim eu padeço
Procuro quem sofra comigo
Isso sim seria um amigo



quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Ser eu



Vivo a inconstância de ser eu 
De estar no fracasso e depois no apogeu 
Putz, representar uma certa comunidade 
Viver com os paradigmas da idade 
Ser calmo e nervoso 
Ser o algoz e culposo
Não me permitindo ser frágil 
A vida me ensinou a ser ágil
Superficial e profundo


É uma dúvida ser eu 

Dúvida de uma interrogação 
Eu quero ver você ser eu
Com disposição


Adapte - se a mim 
Meus defeitos tão certo assim
Lide com minha sensibilidade 
Minhas emoções na instabilidade  
Sentir na pele o que é ser negro 
Sendo julgado o tempo inteiro 
Desde pequeno sou um vencedor
Do império serei o sucessor


É uma dúvida ser eu 

Dúvida de uma interrogação 
Eu quero ver você ser eu
Com disposição


Eu não sei o que quero 
Tenho ambições
Um futuro bom eu espero
Só não que me julguem 
Vocês não são ninguém 
Voltei na minha raiz 
Cresci ,parti e fui ser feliz 

Adicionar legenda

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Burguesia

É, a vida é mesmo uma farsa
Pilantra maldito com seus comparsas
Burguesia lixo do mundo
Quanto mais dinheiro mas imundo
Mundo sujo
Sobrevivendo na humildade
Com muita solidariedade
Seu poder não pode me comprar
Filhinhos de papai vão se ferrar

Não quero o lixo ,que você consome
Vou te quebrar, sem considerar seu nome 

Seu dinheiro não pode comprar minhas idéias
A desigualdade me dá uma odisseia
Pobres reprimidos por falta de dinheiro
Salário mínimo não compra o tênis maneiro
Não quero as drogas que você me dá
Não quero ver a policia racista me revistar
Cidade com problema de estrutura
Eu quero uma ruptura..

Não quero o lixo ,que você consome
Vou te quebrar, sem considerar seu nome 

Faço minhas palavras as palavras de Cazuza
"A burguesia fede..."

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

O Beijo

Quando duas almas se encontram o olhar 

E então há uma vontade mútua de se encostar
Cada passo contente é como se achasse o tesouro esperado
O encontro é uma alma só ,um sentimento desejado

O calor fica mas intenso
Nos concentramos e perdemos o senso

Peito dissemelhantes colamos
Passo a passo vi seu perfume exaltando 


Nossos braços então se encaixam
Num encaixe perfeito até fixar 
E então o mas esperado acontece 
Lábios suaves se envaidece 
O amor então floresce
A paixão então me reaquece 
Meu coração sorriu 
Um sorriso brando 
Romântico
Minha língua então alcança a dela 
Me imagino em mil aquarelas 
Esquecemos o tempo 
Curtimos o momento 
Há uma só voz 
Um só espírito 
E com aquilo mostro o que quero 
Passado , presente e o que espero
Naquele momento te amei mil vezes
Te agraciei a muitos prazeres 
E contente separaremos nossas almas galante
Apaixonados por aquele infinito momento 
Lamento ,mas na certeza repetiremos
Aquele acontecimento épico...



terça-feira, 20 de agosto de 2013

Espelho

Você foi forte quando a vida te deu espinhos
Você superou os tortuosos caminhos
Já se perdeu e se achou ao mesmo tempo
Descobriu e investiu no seu talento
Sua caminhada parece ser a mas difícil
Ignorando e não se atendo a vícios

E então quem é você no espelho ?
Que aparece feliz o dia inteiro
Sou eu me olhando no espelho

Sendo feliz depois de tanto escuridão
Sabendo que seu sangue não foi em vão
Amando muito mas a si
Querendo uma paz não só para mim
Concentrando no que é bom
Aos poucos achando na vida um tom

E então quem é você no espelho ?
Que aparece feliz o dia inteiro
Sou eu me olhando no espelho

Está tudo bem graças....
Ah mim
E sempre vai ser assim
Podia ser melhor
Mas escapei do pior....
Estou um tanto assim ,feliz !



quinta-feira, 4 de julho de 2013

O amor Boêmio


Não negue meu amor morena 
Essa alma tão pequena 
Que te quer no ápice
Abençoando com um cálice
Sei que não sou o afortunado que te aguardas 
Mas minhas promessas são tão claras 
Abrace para minha simpatia 
Meu pensamento é seu noite e dia

Me olha nos olhos fala o que sente 
Trás de volta amor 
Para esse coração sofredor 
Que bati por ti 

Franco estou para tu
Largo a boêmia se me disser "I LOVE YOU"
Quanta luz no seu sorriso 
Se apaixonar é fatídico 
Como um pássaro e a flor eu friso
Acredita nessa paixão que é verídico 
No seu andar fui buscar 
O melhor colírio para me curar 

Me olha nos olhos fala o que sente 
Trás de volta amor 
Para esse coração sofredor 
Que bati por ti 

Você é a rosa sem espinho 
Acompanha esse peito sem carinho
Ilumina meu caminho 
Quero provar seu beijo como vinho 
Regressar aquele amor adolescente
Com energia e contente

Me olha nos olhos fala o que sente 
Trás de volta amor 
Para esse coração sofredor 
Que bati por ti...




sexta-feira, 28 de junho de 2013

Canção do Suicídio

Desculpa por não ser o filho perfeito
Sou ser humano tenho muitos defeitos
Eu tento ser o melhor
Mas no fundo estou sendo o pior
As vezes eu penso na vida
Cambaleando vou nessa estrada sofrida
Desejo talvez morrer
Egoísmo da minha parte não querer sofrer

E se nada der certo ?
Se não tiver o sentimento aberto
Sinto o fim tão de perto

É lenda o que vejo no filmes
Tanta mentira na televisão
Amor sexo ciume
Tão infeliz nessa rota de colisão
Ah é tudo em vão
Para que tanta preocupação ?
Se não sairemos
Mesmo se eu for o melhor pra ti

E se nada der certo ?
Se não tiver o sentimento aberto
Sinto o fim tão de perto

O que resta é minha fé
Me mantém de firme de pé
Que a vida me dê surpresas boas
Não me deixe tão atoa
E que eu possa provar teu encanto
Enxugando meus prantos

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Dúvidas

Finalmente  tudo se encaixa
Quebra cabeça jogo de espadas
No meu mundo tão complicado
As coisas acontecem de verdade
Mesmo estando parado
Sem planos nem seriedade
Acho legal ser vagabundo
Jeito marginal favelado
A vida continua dura
Mas eu quero torná - la pura

E se eu mudar e perder minha essência
Destruirei minha própria aparência
Tenho tão pouca experiência

Tão ruim ser movido pelo medo
Medo de ser infeliz
Mas mesmo com a chuva o sol brilhará tão cedo
Então o que me diz ?
Caio sempre no dilema de todo dia
O que represento ? Quem sou eu ? Quem tu és ?
 Ainda tenho que lidar com minha rebeldia

E se eu mudar e perder minha essência
Destruirei minha própria aparência
Tenho tão pouca experiência

Eu me afasto da mesma maneira que aproximo
Nervosismo decidido
Atitudes mal calculadas
Palavras malvadas
Oh ,e o pulso ainda pulsa
Mesmo desmotivado
Não fico parado
De raciocínio ainda sou dotado......

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Pai...


Minhas lágrimas ardem por antecipação 
Sinto que aqui bate um coração 
Caro pai me orgulho de você 
Meu pai eu não quero te perder 
Eu não aguentaria viver 
Já não tenho tantos motivos 
Confesso eu tenho sofrido 

Tão perto está tua cura 
De toda a forma mas segura 
Tão grade é tua postura
Pai....

Tu me ensinou a ser homem 
E eu também vou ser um grande homem
Trabalhar me sustentar
Fazer minha intelectualidade rolar 
Exemplo para mim 
E sempre vai ser assim 

Tão perto está tua cura 
De toda a forma mas segura 
Tão grade é tua postura
Pai....

 Por muitos anos irá sentir a beleza da vida
Apesar de um pouco sofrida 
Mas juntos iremos superar 
E por mas alguns anos festejar 


sexta-feira, 19 de abril de 2013

Amigos

Quando as luzes se apagarem
Cade meus amigos para me salvarem ??
Ignoram me como cachorro na rua
Só me querem para falcatrua
Eu quero um sorriso singelo
Um abraço sincero
E quando você me beijar
Faça seu amor junto estar

Eu tô no limite
Eu tô assim assim...
Meio triste

Drogas já não me salvam
Novos amores não me restauram
Amigos eu existo
Atenção porra , eu persisto
E então nessa história sem fim
És que um guerreiro surge aqui
Em busca de um sentido
Muitas vezes reprimido
Por sonhos não conquistados

Eu tô no limite
Eu tô assim assim...
Meio triste 


Movido pelo medo
No meu cérebro está meu segredo
Já não me importo com nada
Até mesmo de enfrentar aquela vida fadada
Estou livre...
Estou livre da burrice
De toda a canalhice
Que chamamos de sociedade.....

sexta-feira, 8 de março de 2013

Solitário

Foi numa madrugada fria
Que entendi o segredo que me partia
O medo é meu precursor
Ah eu sinto dor
Pela sensação de estar sozinho
Ficar calado no meu cantinho
Tentando um motivo para viver
Viver a vida e me esclarecer
Cansei de ser mau
O resultado é sempre irracional

E no fim , estamos sozinhos
Vivendo nosso sonhos tão mesquinhos

E dai que eu não quero andar na moda
Que eu não quero ser o foda
E se eu não querer ser o bonitinho mauricinho
A luz do seu caminho
Tô nem ai
Ando sozinho e vivo assim
E seu eu morrer
Será que alguém vai perceber ??
Droga ! sinto que não te tenho
Sinto que não te detenho

 E no fim , estamos sozinhos
Vivendo nosso sonhos tão mesquinhos...

Tenho muita fazer
Tudo merecer
Para sempre prevalecer 

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Raiva

Entupa suas palavras
Pense ao falar
Quem é você  para  me julgar ?
Foda - se você
Eu fiz por merecer
Pensamento inútil
Sua puta fútil
Sozinho você não aguenta
Tem sempre paga - pau que te aumenta

Eu sou muito pior
Sem amor sem dó
Sua personalidade vai virar pó


Raiva é o que sinto
Destruição é o que precinto
Sem remorsos
Se me tocar vou quebrar seus ossos
Olho por olho dente por dente
Vim para abalar sua mente
Fala muito e não pára
Mas não assume o que fala

Eu sou muito pior
Sem amor sem dó
Sua personalidade vai virar pó


Eu vou te mostrar quem sou
Cabeça feita que estou
Tem que ter força para abalar
Muito cuidado ao falar
Filho da puta pá pá pá...

No way

Não era para ser assim 
Quanto esforço em vão
Palavras mal ditas
Ações fatídicas
Quero o prazer da vida fácil
Sempre rápido e ágil
Choro por não ter o que quero
Choro , mas não me desespero
Nasci sozinho
Vou morrer sozinho
Estou triste em não tê-la

Sem regras
Sem planos de conduta
A vida é tão curta 


Ajeito minha estrada ao caminhar
Sinto dor sinto amor
Quero mudar de lugar
Onde meu amor for
Ser muito rico
Na minha mente alcançar o pico
Nunca me compare
Nem de me amar , por favor não pare

Sem regras
Sem planos de conduta
A vida é tão curta 


Verdade dói ??
Mentira destrói
A vida é mole
Para quem sabe viver
Tento insisto
E nas últimas eu ainda insisto

Sem regras
Sem planos de conduta
A vida é tão curta

Me deixe só

Eu já nem sei que sou
Um novo mundo me levou
E não quer mas deixar eu voltar
Ontem mesmo contei meus amigos
Me vi com sentimentos feridos
Sentindo um vazio
Nossa está tão frio
Sozinho talvez eu......
Consiga meu apogeu

E então me deixe só
Com a certeza do meu melhor

Desde de pequeno eu tenho que ser o vencedor
Apenas queria ser um trabalhador
Adolescente rebelde oprimido
Pela lei contido
Droga vocês não entendem o meu ser
A capa que eu tenho que aparecer
Eu sou o culpado
Sou usado
Em segundos no céu e no inferno

 E então me deixe só
Com a certeza do meu melhor

Pensamentos num furacão
Conselhos parecem um turblihão
Eu tenho sorte
De não ter encontrado a morte
Mas enfim...
Nisso tudo quero por um fim...



segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Romântico por Inteiro


Te vejo sorrir 
Meu bem estou aqui 
Só para te fazer sentir 
Te toco com emoção 
Testo seu coração 
Chamo te de meu benzão 
Um abraço e teu beijo 
Me desperta o desejo 
Louco de te amar 
Me chama de meu bem 
Vem que eu te quero vem 

Meu bebê ,faço uma cicatriz 
Dizendo :
Amar é te ver feliz 

Paisagem pros meus olhos é te ver 
Eu luto só para te proteger 
Bendito é nosso futuro 
Hey paixão sai de trás muro 
Toco sua mão até o infinito 
Eu e você, é tão bonito
Meu dengo meu carinho 
Sou seu ,teu benzinho 

Meu bebê ,faço uma cicatriz 
Dizendo :
Amar é te ver feliz 

Espero que acabe o mês 
Só para te ver mas uma vez 
Meu coração é seu 
Você mereceu