segunda-feira, 23 de abril de 2012

Palmas Palmas

Sabe o mundo esta em decadência
Nossa, elas só ligam para aparência
Mentir quando disse que amava
Sentir o ódio que em mim inflamava
Sem essa de música popular
Tem que respeitar o que o povo gostar

Sem essa de calma
Se estão matando minha alma
Quem me criticou agora bate palma

É tão difícil ser feliz
Num mundo em que nada nos condiz
Poxa só queria ser um cantor
Ou talvez um compositor
Que fale qualquer coisa
Menos a dor
Mas não sou omisso
Pois tenho um compromisso

Sem essa de calma
Se estao matando minha alma
Quem me criticou agora bate palma

Tem gente que quer minha cabeça
Hasteado em Salvador ou em Florença
Simplicidade e humildade
Ter isso não tem idade....

Um comentário: