quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Caminhos do eu

Sei que tenho andado pelas sombras
O medo da escuridão não mas me assombra
A luz que me encaminhava
Não é mais a certa à seguir
Esqueça tudo que pude dizer
Porque eu conseguir me contradizer
E alguns dias mentir

Posso ser agora o Melhor
Aprendi do jeito pior
Eu era um idiota muito maior

Não me arrependo
Nem um pouco lamento
Minha vida é feita de momentos
O mundão é meu lugar
Onde Deus não possa estar

Posso ser agora o Melhor
Aprendi do jeito pior
Eu era um idiota muito maior

Nem tudo que reluz é ouro
Raciocine sobre aquele coro
Utilize sempre a inteligência
Esqueça qualquer tipo de aparência
Não sou o sonho de ninguém
Nem o melhor amigo de alguém
Acho que sou um zé ninguém

Posso ser agora o Melhor
Aprendi do jeito pior
Eu era um idiota muito maior

Eu quero fugir
Quero uma vida que acabe logo ali
Morrer no auge
Sem riscos nem pilantragens...

Nenhum comentário:

Postar um comentário