quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Me deixe só

Eu já nem sei que sou
Um novo mundo me levou
E não quer mas deixar eu voltar
Ontem mesmo contei meus amigos
Me vi com sentimentos feridos
Sentindo um vazio
Nossa está tão frio
Sozinho talvez eu......
Consiga meu apogeu

E então me deixe só
Com a certeza do meu melhor

Desde de pequeno eu tenho que ser o vencedor
Apenas queria ser um trabalhador
Adolescente rebelde oprimido
Pela lei contido
Droga vocês não entendem o meu ser
A capa que eu tenho que aparecer
Eu sou o culpado
Sou usado
Em segundos no céu e no inferno

 E então me deixe só
Com a certeza do meu melhor

Pensamentos num furacão
Conselhos parecem um turblihão
Eu tenho sorte
De não ter encontrado a morte
Mas enfim...
Nisso tudo quero por um fim...



Nenhum comentário:

Postar um comentário