quinta-feira, 21 de abril de 2011

4 Notas

Se bastassem quatro acordes para se fazer
Uma grande melodia para uma orquestra exercer
Se só houvesse o necessário para viver
Será que conseguiremos nos entender ?
Se só bastasse o pão de toda manhã
Será que nos importaríamos com o amanhã
É foda como somos ingratos
Matamos quem enche nossos pratos
A ganância impera na cabeça do homem
Eles não sabe o mal que os consomem

 Oh ser humano insaciável
Vivemos uma vida deplorável
A qual eu sou mas um miserável

Simplicidade e humildade
Curtir a vidas em maldade
Nossa... Isso não têm idade
Curtir a brisa e o vento
Contemplar a natureza a cada momento
Purificando a alma por inteira
Tomando banho  de cachoeira
Fora o grande e poderoso mar
Feito só para agente surfar
É foda basta perceber
Quanto tempo que ficamos a perder

Oh ser humano insaciável
Vivemos uma vida deplorável
A qual eu sou mas um miserável

Mas sonho em ver o mundo em fraternidade
Sonho sempre junto para virar realidade
Mas por enquanto eu vou tentando me mudar
Pra ver todo o sistema mudar.... 

Um comentário: