domingo, 29 de dezembro de 2013

Unnamed

Oi vida
Descobrir - me hoje
Sou poeta
Poeta imundo
Poeta sujo
Aquilo que você pensa que eu sou
Homem de muitas faces
Com vários trajes
Vivendo aquilo o que da vida aprendi
Ate o que minha mãe acha diferente um tanto assim
Posso ser dançarino , cantor ou até compositor
Depende do que a vida propor
Desculpe vida por agir um tanto errado
Mas sua recíproca me tem estressado
Mas haja o que houver
Na paixão ou na ralé
Serei sempre eu mesmo
É o que eu mas venero
Ser de verdade
Chega de mentiras
Renegação do próprio ego
Quero me olhar no espelho 

E dizer : Eu sou você de verdade
Obrigado vida por seus ensinamentos
Paro ano vai servir em muitos momentos
Momentos que eu quero aproveitar para peneirar
E do melhor poder aproveitar
Obrigado vida pelas grandes pessoas
Que aparecem em minha vida,são tão boas 

Nenhum comentário:

Postar um comentário