sábado, 2 de julho de 2016

Engrenagem



Eu vejo o mundo como uma grande novela
Onde a qualquer momento não se sabe o que espera
Não entendo as engrenagens !
Os partidos e suas ferramentas de miragem
A plutocracia ainda domina
Amar os pretos é minha sina
Corrida de ratos
Em busca de pratos
Endinheirados

Quero fugir dessa realidade
Enganar a minha idade
O mundo precisa de paridade
Ou mais humanidade ?

Bater , cuspir ,sumir
Me diz o que te faz ficar parado ai
Que eu digo o que me faz invadir
Mundo dominados por famílias
Negros sempre vítimas fatídicas
Mais uma vez entrando na lógica branca
Quero a verdade nua , crua e franca
Neguin seja forte
Deixa pros brancos essa cosia de sorte

Quero fugir dessa realidade
Enganar a minha idade
O mundo precisa de paridade
Ou mais humanidade ?

Tenho que ser o melhor

Cansamos de ser o pior

Nos juntando sempre fortalecendo
Diz agora Playboy !
Vai vendo...
Quero mais zumbi
Cuidado

Nenhum comentário:

Postar um comentário